quarta-feira, 20 de abril de 2011

O processo econômico, político e social do Brasil (2ª fase) - Capitalismo de Livre Concorrência (1750 - 1880).

         O Brasil produzia os produtos que interessavam ao maior lucro das empresas européias[1]: algodão, açúcar e café. O Brasil continuou sendo ainda um mercado para os produtos industrializados.

         A decadência de Portugal se aprofundou e o Brasil foi se afundando na dependência de empresas de outros países, especialmente a Inglaterra. Continuou a exploração da mão de obra livre estrangeira. O Estado passou a servir os interesses das grandes empresas estrangeiras.

         Enquanto que nos países centrais do capitalismo a revolução industrial criou as condições para o desenvolvimento da classe operária, no Brasil esta passou a ser violentada segundo os interesses estrangeiros.


[1] http://www.scribd.com/doc/32384371/Curso-Realidade-10- Encontros-de-1-Dia. No dia 17/01/2010. O site não cita a autoria

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário